MARCADORES

Recentes ♥

EU SOU INAMORAVEL...

            Olaaaaar amores, tudo bom? Espero que sim <3

     Esses dias estava eu no facebook, stalkeando vidas alheias (Quem nunca, não é mesmo?!), até que me deparei com um link de um post que dizia: " A geração de Mulheres INAMORÁVEIS", fui clicar pra ler, por que amo ler esses textinhos e comparar com a minha vida, acho que todo mundo faz isso né? haha, pois bem o que mais me chamou a atenção é que, eu fui a minha vida inteira solteira até quando eu estava namorando, eu estava solteira (Longa história rs), então eu me classifico sim inamorável... Antes eu achava que isso era um problema meu, que eu não fazia parte de uma padrão de meninas que eram "namoráveis", só que de uns meses pra cá, eu comecei a pensar muito sobre esse assunto, e tentava ligar os pontos para poder entender o real motivo de não estar namorando já que minha vontade era começar a namorar, e pra ser sincera eu ainda mantenho essa reflexão, e não pensem que estou com baixa estima, pelo ao contrário, esses tempos só me mostraram o quanto eu me amo, eu me amo tanto que eu me preservo de certas situações para não me ferir emocionalmente, mas isso vai render um outro post claro! Pois bem, sabe aquela frase clichê que soltamos, quando vemos ou lemos algo que nos identificamos? Quando eu li esse texto eu soltei -"Nossa isso é muito eu" haha Então eu quero que vocês leiam esse texto, e reflitam um pouco, claro se você estiver solteira como eu vocês vão se identificar na hora, mas acho que as comprometidas vão entender também...Bora para o texto?!

                 A geração de mulheres inamoráveis

     Uma vez, em um bar ela me disse: “Neste mundo existem pessoas inamoráveis, e eu sou uma delas”…Aquilo me intrigou durante toda a noite… uma palavra fora do dicionário que ela usava para se descrever, e por quê? Observei-a enquanto tímida, finalizava mais um copo de cerveja. Eu estava com ela havia quatro horas, quatro horas onde conversamos sobre filosofia, arte, astrologia, cinema e viagens… Quando ela se dirigia ao garçom o bar inteiro parava para vê-la… Tinha seu carro, sua casa e era do tipo que não dependia de ninguém, então por que pensar assim? Teria ela se fechado? Ela fez uma cara de entediada e me chamou para caminhar enquanto fumava um cigarro, até a saída sorriu e comprimento todo mundo com aquele jeito sapeca de menina do mundo… Aquilo tudo era muito pequeno e raso para ela, concluí.
Na rua todos passavam apressados, ela se divertia com os animais abandonados, abaixou e entregou sua garrafa de água pró morador da rua, explicou o endereço de uma balada em alemão para um estrangeiro perdido que agradeceu com um sorriso, comprou chicletes de uma criança e na minha cabeça só ecoava: inamorável…
   Foram horas observando aquela garota, até não me aguentar e voltar no assunto… Eu queria entender melhor, eu queria uma definição como num dicionário. Então ela pegou minha mão e me puxou para um bar onde tocava uma banda de rock, ficou em silêncio por longos 30 minutos observando tudo até que disse:
  – Olhe ao seu redor, estamos já a um tempo aqui e durante esse tempo por nós passou uma garota chorando porque seu namorado terminou com ela ontem e hoje já está com outra, pois acredita que pessoas são substituíveis… naquela mesa tem 10 pessoas e elas não conversam entre si pois estão nos seus smartphones, talvez aquela garota de vermelho seja a mulher da vida do cara de azul, mas ele nunca saberá pois é orgulhoso demais para tentar. Veja o rapaz de pólo no bar, é o terceiro copo de martini que ele toma olhando pra loira tentando chamar a atenção do vocalista que fingirá que ela não existe por causa da ruiva e da morena que ele pega em dias alternados, e ele não pode ficar mal perante as outras. Olhe ao seu redor, não fazemos parte disso, não somos rasos, realmente não fazemos parte disso, entramos sem celular na mão, esperando encontrar pessoas legais, com papos legais, com relações reais e voltamos para casa sozinhos, somos invisíveis num mundo de status onde as pessoas não vão te querer por que você mora longe, ou por que não gostam da sua cor de cabelo ou por que você não curte os beatles, acontece tudo tão rápido que as pessoas estão com preguiça de fazer o mínimo de esforço para conhecer realmente alguém e tudo é medido em likes. Eu passo por essa legião como um fantasma pois eles estão ocupados demais para ver quem está redor enquanto procuram alguém no tinder. E eu me importo? Não mais. Sou inamorável por que não me importo com nada disso.. Nenhum desse status, não ,e importo em quanto tempo levo para conquistar a pessoa, se ela realmente vale a pena, não me importo se terei que atravessar a cidade para vê-la quando tiver saudades e não me importo se ela me presentear com um ingresso pra ir ver o show dos beatles por que é importante para ela mesmo eu detestando a banda. Por que eu sou assim, e se antes era o que procurávamos em alguém, hoje em dia somos considerados inamoráveis por manter o coração e a mente aberta.” Naquele momento eu a entendi, e me apaixonei pelo mundo dela.
(Akasha Lincourt)
            E ai, alguém se identificou e disse: - "Nossa, isso é muito eu!" haha se sim comente aqui e compartilha para as amigas, se não comente aqui também, contando o que achou, ok? Um super beijo e até mais <3




9 comentários:

  1. Hey lovely! You have such a nice blog! I just followed you on GFC #105, would you kindly follow back so we can keep in touch and keep supporting eachother?
    Greetings from Italy,
    Sonia Verardo
    http://www.trenchcollection.com/

    ResponderExcluir
  2. Muito bonito esse texto , é uma reflexão das mudanças de valores pra muitos hoje em dia. Por isso muitos estão só, e muitos estão juntos, mas estão tristes.
    Gostei, faz todo sentido.
    Um beijo!
    Ótimo final de semana.

    www.chuvanojardim.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oiii Leticia, muito legal esse texto pode ajudar muita gente a refletir!

    Bjinhooo

    ResponderExcluir
  4. cute blog<3
    do you want to follow each other? please let me know in my blog<3
    kisses
    http://stargazershia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Amei esse texto, amo ler textos assim de reflexão, me fazem pensar sobre a vida e sobre mim mesma!
    Vivemos em uma sociedade em que as pessoas se importam muito com o superficial de cada um e não com o interior.
    https://www.youtube.com/channel/UCdNmWLMvvwLgvdIpoEBCMSg

    ResponderExcluir
  6. Uau que lindo,me identifiquei muito, beijos!!!

    ResponderExcluir
  7. Muito euu kkk.. achava que eu era a única normal nesse mundo😍 OBRIGADO por ser iguais a mim

    ResponderExcluir
  8. Vi o texto e as críticas dele também e observo que existem mulheres ou pessoas quem as outras não as acompanham em suas essências. Essas pessoas tem um algo que não são fácies de atingir na plenitude, não suportam prisões de ações, nem de pensamentos por muito tempo.São ligadas a algo que chamo de liberdade,têm asas longas,coloridas ,iluminadas ,olham em direção ao horizontal e seu destino é o infinito...Quando mulheres causa receio , os homem se afastam tal por medo de seu empoderamento,ou de incapacidade de acompanhar em sua rapidez de lógica, ação e pensamento. Daí o grande vazio,a solidão,o vácuo... Quem gostaria de nunca ter alguém que a acompanhe em seu pensar, seu seu raciocinio, em seu sentimento? Mas, quem gostaria de ser desprovida de conteúdo só prá ser aceita? Sempre uma lacuna no interior desse ser. Tão bom quanto se encontra alguém prá nós acompanhar, prá preencher esse espaço e vê que esse mundo existe e que alguém que se sente inamoravel não é porque está querendo aparecer, mas que está vivendo algo realmente existencial.

    ResponderExcluir

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...